MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES

Current Style: Standard

Current Size: 100%

Interna

Tecnologias inovadoras de Instituições de Pesquisa e startups movimentaram a Rodada de Negócios promovida pela Redenamor, em parceria com a FIEPA.

Tecnologias inovadoras de Instituições de Pesquisa do Norte do País e startups movimentaram a Rodada de Negócios promovida pela Redenamor, em parceria com a FIEPA.

Dar visibilidade e oportunidade de investimento aos empreendimentos e iniciativas da região foi o foco do evento.

           A rodada de negócios promovida pela Rede de Núcleos de Inovação Tecnológica da Amazônia Oriental (Redenamor/MCTIC), em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Pará (FIEPA), criou oportunidades de networking, transferência de tecnologia e captação de investimentos para Instituições de Pesquisa e startups.

               O evento aconteceu no último dia 30 de novembro, no auditório 6 da FIEPA, e contou com soluções para as áreas de fármacos, cosméticos, saúde, movelaria, arquitetura, construção civil e segurança. Os representantes das tecnologias fizeram duas sessões de pitch no decorrer do dia e estiveram disponíveis para reuniões individuais com os interessados.  

              Visitaram o espaço diretores da área de desenvolvimento econômico do Banco do Estado do Pará (Banpará), da área de análise de projetos do Banco da Amazônia (BASA), a aceleradora Arccus além de representantes das Instituições de Pesquisa participantes, inclusive o reitor da Universidade do Estado do Pará, Rubens Cardoso da Silva.

               Segundo a Coordenadora da Redenamor, Graça Ferraz, o evento passará a compor o calendário de atividades da Redenamor, sendo realizado anualmente no mês de novembro. O sucesso da rodada leva a crer que algumas tecnologias apresentadas aos investidores têm perspectiva de retornar na próxima edição como negócios já estabelecidos. Considerada muito positiva por organizadores e participantes a Rodada de Negócios da Redenamor tende a se firmar como um evento gerador de oportunidades para o estabelecimento de negócios de base tecnológica na Amazônia.